9 LUGARES DE MADRID, A NÃO PERDER

Veröffentlicht: von & gespeichert unter Dicas, Espanha, Madrid, voos, Voos Low Cost.

O que fazer em Madrid?

Madrid, além de capital, é ainda das mais importantes cidades do Reino de Espanha. Para descobrir esta cidade são necessários alguns dias, não bastando uma curta estadia. Foi nesta metrópole que, na década de 1980, se deu início à „movida“ espanhola, movimento hedonista que projectou para primeiro plano festas e divertimento.
Apresentamos de seguida os nove lugares mais importantes a visitar e algumas dicas.

 

1. Plaza Mayor

A Plaza Mayor é um dos lugares marcantes de Madrid que, obrigatoriamente, deve ser visitado. A grande praça de arcadas, de forma retangular, está localizada no coração da cidade. A construção começou no século 16 por ordem do rei Filipe III, cuja estátua equestre em bronze adorna o centro da mesma. As obras terminaram em 1619 e a inauguração foi em 1620. No passado, tiveram aqui lugar muitos eventos públicos, como touradas, procissões, festas, performances teatrais e no período da Inquisição autos de fé. Sob as arcadas estão localizadas lojas tradicionais, bares e restaurantes. Destacam-se aqui edifícios como a Casa de la Panaderia com os belos frescos da sua fachada, bem como a Casa de la Carnicería.

2. Lavapiés

Apesar de cada bairro madrileno ter as suas características próprias, o mais notável é certamente o Lavapiés. Aqui encontramos avozinhas espanholas lado a lado com quiosques chineses (“chinos”) ou indianos que convidam os visitantes para uma refeição nos seus restaurantes. Lavapiés é um bairro multi-cultural e de esquerda. Lavapiés estende-se da Plaza norte, que é dedicada ao famoso poeta espanhol Tirso de Molina, à circular interior sul da cidade. Aqui pode desfrutar de cañas ou dobles (cerveja pequena ou grande) no bar „La Grandola“, onde os grandes comunistas e socialistas da história são homenageados: as paredes estão recheadas com imagens de Mao, Marx e Estaline.

3. EL Rastro

Rastro é um mercado tipo feira da ladra ao ar livre que ocorre todos os domingos e feriados, sendo o maior e mais popular mercado de Madrid. Para além da venda de artigos novos e usados é aqui que os visitantes bebem a sua primeira cerveja de domingo. Como o mercado se enche muito rapidamente, aconselha-se uma visita até às 11 horas pois a partir daquela hora torna-se difícil atravessá-lo. Recomenda-se, no entanto, muita atenção, uma vez que os gatunos são aqui muito frequentes e tão bem sucedidos como no metro linha 8 do aeroporto para ao centro da cidade. Todo o cuidado é pouco e mesmo pessoas habituadas a grandes cidades ficaram aqui facilmente sem os seus pertences.

4. Parque del Buen Retiro

O pulmão verde da metrópole de Madrid é El Parque del Buen Retiro, ou simplesmente, el Retiro. Grandes árvores proporcionam sombras agradáveis quando o sol brilha impiedosamente e as ruas largas convidam para um bom passeio a pé ou de bicicleta. Grande parte das ruas deste parque têm os nomes das ex-colónias latino-americanas. Na lagoa artificial com seu imponente monumento de pedra encontram-se em tardes de verão todos os tipos de músicos e entusiastas da música. Os visitantes que preferirem sítios calmos e acolhedores encontram também no Campo del Moro o lugar ideal. Pelos caminhos intrincados do parque podem ver-se lindos pavões que por lá se passeiam.

5. Gran Vía

A Gran Vía vai desde a Plaza de España, onde se situa o monumento a Cervantes e Dom Quixote a oeste, até à fonte de Cibeles a leste. É junto a esta fonte, dedicada a uma deusa greco-romana, que se dão as comemorações do Real Madrid quando este ganha um campeonato ou uma taça. Em ambos os lados da rua encontram-se casas magníficas de estilo Artdeco e Arte Nova. Também não faltam nesta artéria grandes lojas de modas, hotéis e teatros.

6. Praça de touros Las Ventas

Quanto à tourada espanhola as opiniões dividem-se. Há os que gostam mas há também os que odeiam. Impressionante é sobre todos os pontos de vista o que se pode desfrutar das bancadas da Arena Las Ventas em Madrid. Depois da lide, os touros mortos são puxados por cavalos que os arrastam uma vez em torno da arena antes de aparecerem à noite como uma iguaria nos pratos dos endinheirados. Não é surpreendente que tenha havido um tão grande debate sobre se a tourada deverá ou não ser abolida. Mas, por enquanto, em Las Ventas o espetáculo continua. O destaque anual deste espetáculo da tourada vai para a Fiesta de San Isidro na Semana Santa.

7. Real Madrid e Atlético Madrid

Madrid tem duas equipas de futebol na 1ª divisão. O mais conhecido e extremamente bem sucedido a nível europeu é o Real Madrid, ou simplesmente Real. Este clube tem a sua casa no Estadio Santiago Bernabeu, no norte da cidade. A sul da cidade velha, está localizado o Estadio Vicente Calderón, casa do Atlético de Madrid. Embora sejam mais fracos em comparação direta com o Real, foram campeões nacionais na época 2013/2014. Seja o Real ou o Atlético a jogarem em casa, a cidade de Madrid enche-se de entusiastas do futebol. Mas cuidado! Em Espanha é proibido beber bebidas alcoólicas na rua. Isso é, apenas é permitido beber em bares, clubes ou em casa.

8. Puerta del Sol

A Puerta del Sol é o centro da cidade de Madrid. Aqui fazem fronteira a cidade velha de ruas estreitas com a larga Gran Via. Os turistas podem deparar-se na pequena rua „Calle de la Montera“ com as muitas prostitutas que com assobios chamam os seus potenciais clientes e que podem ser bastante agressivas quando ignoradas.
A Puerta del Sol foi nas suas origens um dos acessos ao muro que rodeava Madrid. Este muro cercava os arredores medievais que tinham crescido extramuros, ao longo da muralha cristã.
Hoje é um local cheio de vida de Madrid, é um ponto de encontro e de passagem. É neste local que se realizam as manifestações, com ou sem autorização oficial, dos movimentos de protesto como „Occupy“ ou os adversários de reformas sociais duras.

9. Chueca

Como qualquer grande cidade também Madrid tem uma considerável cena gay. O ponto de encontro é em Chueca, onde o o pré-aquecimento é feito ao sabor de algumas copas (no Nike, por exemplo, que se localiza perto da praça principal Plaza de Chueca) ou para dançar num dos muitos clubes ao som de música electrónica, entre outras. Uma pequena dica: Na Plaza de Chueca, uma mulher de idade avançada, de cabelo completamente branco dança, a troco de um pequeno donativo, ao som da música de disco, sendo aplaudida pelo seu amigo, também ele envelhecido pelo tempo.

Voos baratos para Madrid